jul 29 2009

formação de professores

Categorias: academia,educação,mestrado,ticSuzana Gutierrez @ 11:04

[…] Infelizmente, as políticas públicas estão sempre na direção da “formação” e “capacitação” dos professores, nunca na direção da apropriação e consolidação da cultura digital. [Ana Beatriz, no Educação à Distância]

Com esta frase a Ana Beatriz encerra o seu texto, que fala da palestra do MEC na WCCE 2009 e resume muito bem o que é um dos grandes nós da questão da inserção das tecnologias da informação e da comunicação no trabalho do professor.

Lembrei que uma das minhas recomendações (p. 195/196 )  na dissertação, mestrado com defesa em 2004, foi a formação a partir da imersão na rede, justamente para garantir uma apropriação que dificilmente os treinamentos e capacitações possibilitavam.

Inserir as TIC no trabalho e na  prática educativa não se trata de aprender a usar ferramentas e, sim, de falar uma nova linguagem, de incorporar práticas sociais. O requisito básico de uma formação é a de abrir o caminho para isso. Isso demanda tempo e reflexão e recursos, sobretudo recursos humanos.

Me preocupa quando leio que

“Os professores da rede pública têm a sua disposição vários cursos a distância para seu aperfeiçoamento continuado, além de extensão e especialização. Até final de 2010 teremos mais de 500 mil professores que passaram por estes cursos, isso sem contar com a UAB, a missão do MEC é não só produzir e promover, mas propiciar aos professores a oportunidade de escolherem o curso que desejem fazer.” [no Web Rádio, da palestra do MEC na WCCE]

pois, não posso deixar de calcular a alocação de recursos tecnológicos, de espaço (polos, NTEs), a quantidade de professores que está sendo necessário contratar (concursar!) para efetuar esta formação gigante. Isso dá aproximadamente 12.500 turmas, necessitando, no mínimo, 12.500 professores e/ou 25.000 tutores, … (mesmo este processo já estando em curso, os números são grandes)

Quando o MEC está intimando as universidades e centros universitários a cumprirem em até 90 dias a lei que diz que as instituições de ensino superior devem ter um terço do corpo docente com dedicação integral, na certa espera que esta contratação em massa que deverá ocorrer possa cumprir esta mesma lei.

Assim, quando não vejo movimentação no sentido de realização de concursos e nomeação de docentes, fico pensando como se dará esta capacitação e se esta será uma real apropriação de uma nova linguagem ou apenas mais um treinamento no uso de ferramentas.

No segundo caso, o resultado já se sabe qual é:  professores resistentes, laboratórios fechados (ver p. 136 da minha dissertação). Pois, não será a “criação, no homem, do correspondente sentido, graças ao qual ele pode compreender o sentido da coisa.” (KOSÍK, 1976, p. 29)

Imersão na rede é formar e viver a rede, ser parte dos elos cooperativos que podem surgir entre professores e, este, é um movimento que passa pela construção de cursos de formação que privilegiem a formação da rede. Cursos que vão exigir muito mais do que ambientes virtuais e tarefas lineares e, por isso, vão exigir muito daqueles que vão, juntamente com a tecnologia, mediar esta aprendizagem.

Aí que pergunto se as nossas instituições formadoras estão prontas para fazer e manter este mergulho na rede junto com estes 500.000 professores.

KOSÍK, K. Dialética do concreto. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1976. 230 p.

Tags: , , , ,


jun 23 2004

na FACED

Categorias: mestrado,ufrgsSuzana Gutierrez @ 16:22

O sol bate em cheio na escola rural. Daisy testando a câmera e eu com a maior cara de louca 🙂
Louca, mas feliz! Foi no dia em que coloquei o ponto final do ponto final na dissertação.

Mas não na pesquisa…

Tags: , ,


jul 20 2003

acabou a moleza

Categorias: cmpa,mestrado,rastrosSuzana Gutierrez @ 20:19

Como se possível qualquer moleza nesta minha atual fase :))

O fim de semana passou correndo. E me dei conta que faz duas semanas que não saio para nada que não seja trabalho. Nem no fim de semana.

Este fim de semana, por exemplo, passei o domingo enfurnada tentando terminar um artigo. Um frio do cão aqui em casa e depois fiquei sabendo que na rua fez 33 graus. Happens…

Amanhã recomeçam as aulas e eu aqui achando que nem descansei. Pelo menos não senti isso :).

Quando se está envolvido à fundo em algo, tudo o mais fica meio a deriva. Estou sentindo assim meu trabalho no CM. Mas amanhã é dia de me re-orientar. Literalmente.

Tags: , ,


jul 16 2003

em casa…

Categorias: leituras,mestrado,rastrosSuzana Gutierrez @ 06:37

Ontem, fiquei até tarde lendo e fazendo anotações no meu cadernão que, embora as possibilidades dos meios virtuais, ainda tem seu lugar garantido.

Entre outras coisas, combina mais com o inverno aqui no sul, onde nossas casas são construídas como se estivéssemos em cima da linha do equador.

Ainda estou de semi-férias, podendo tomar tranqüilamente o café, ler e responder e-mails e dar uma espiada nas notícias no leitor de RSS (uma pena que não tenhamos mais canais brasileiros).

Em volta, a companhia de sempre, Yshana e Eric circulam, disputando o quadradinho de sol que, penso eu, hoje não vai aparecer. Devem estar lembrando o verão, o sol e o descanso no gramado.

Tags: , , , ,


jul 10 2003

início…

Categorias: mestrado,pesquisa,projetosSuzana Gutierrez @ 09:03

Ontem foi o primeiro encontro com o grupo que está participando de minha pesquisa. Basicamente, foi uma primeira imersão do ambiente, do cadastro até as brincadeiras. Bem legal !

Tags: , , ,


jul 07 2003

fim de semana

Categorias: blog,mestrado,rastrosSuzana Gutierrez @ 07:05

Trabalho e muita pesquisa. Consegui terminar o artigo que estava escrevendo desde a semana passada. Colo aqui um pedacinho da conclusão:

Nesse artigo, procurei proporcionar uma visão geral sobre os weblogs, uma tecnologia de publicação digital, que pode ser considerada uma tecnologia educacional. Uma visão que suscitasse a curiosidade de educadores e pesquisadores e que capturasse o seu olhar e a sua atenção. Penso que continuaremos assistindo o crescimento rápido e consistente dos weblogs e de todos os meios a eles associados ou incorporados, como, por exemplo, as tecnologias wireless (sem fio).

Com a velocidade da mutação em curso em tudo que concerne a internet, tenho medo que, ao ser publicado, já seja obsoleto. estou encaminhando ele hoje para avaliação. Vamos ver quando vão responder. O pior é que exigem exclusividade, inclusive no encaminhamento.

Tags: , ,


jun 20 2003

Microsoft x MEC

Categorias: políticaSuzana Gutierrez @ 10:06

Parece que existem coisas sendo acertadas por baixo do pano. Detalhei melhor no [bloglab]

Baideuei estou recebendo retorno do pessoal para meu trabalho de campo. 🙂

Tags: , , , ,


jun 19 2003

de ontem para cá

Categorias: mestrado,pesquisa,ufrgsSuzana Gutierrez @ 09:53

Acelerei meu trabalho de campo. As coisas já estão rolando lá na Ufrgs, faltando só acertar a questão do laboratório. A pesquisa continua e a construção (pré) dos ambientes, também. Divulguei na lista de discussão o básico e alguns links. Rssfiquei o [bloglab] e depois vou rssficar este aqui.

Lancei umas dúvidas na lista Metafora sobre a questão da apropriação de conhecimentos x colaboração. Não vi nada sobre isso por aí, mas é uma questão à pensar. Nada como incrementar a inteligência coletiva e ficar só pescando e objetivando em cima. Sobre isso, um alerta foi o contrato inicial da globo.com nos weblogs, onde eles queriam a posse sem restrições dos conteúdos dos blogs dos usuários. Outra questão é o tipo de armazenamento, mas ainda não tive muito tempo para refletir sobre isso.

Ficam os links para ver o que já anda rolando:

[projeto zapt]

[bloglab]

Tags: , , , ,


jun 17 2003

retornando

Categorias: doutorado,mestrado,ufrgsSuzana Gutierrez @ 08:59

Poeira ainda no ar. Na Ufrgs, ontem, tive algumas informações parciais. Ao que entendi o trâmite é o seguinte: o Compós avalia o encaminhamento da mudança de nível e designa uma banca para reavaliar o projeto. Depois disso é que vem a resposta. Dizem que é como aquela história de atravessar camelo em furo de agulha…

Enquanto isso eu penso os prós e contras do salto e verifico como ele acontece na prática. Parece que o projeto tem de ser refeito e reavaliado, ficando de fora a dissertação. Pelo tempo que isso tudo pode levar (decisões e encaminhamentos) minha dissertação já estará pronta antes da definição. :/

Tags: , ,


jun 13 2003

ontem

Categorias: doutorado,mestrado,ufrgsSuzana Gutierrez @ 14:46

Foi um dia muito feliz. O dia da qualificação da minha proposta de dissertação de mestrado no PPGEdu da UFRGS. Enquanto os participantes da banca iam dando seus pareceres, ao mesmo tempo que eu estava atenta anotando tudo, via em paralelo cada uma das fases deste trabalho. As dúvidas, a orientação, a ajuda dos colegas.

Reconheci a dimensão da orientação que tive, tanto no conteúdo, quanto no cuidado e no afeto. Minha orientadora é a Profª Drª Carmen Lucia Bezerra Machado. Na banca estavam os Profs. Drs. Margarete Axt, Marlene Ribeiro, Augusto Triviños, da UFRGS e Lucidio Bianchetti, da UFSC.

Todos os pareceres foram muito bons e, realmente vão contribuir e muito para o meu trabalho. A banca indicou a passagem para o nível de doutorado. (nesta parte eu quase desabei)

Tudo isso vai depender de aprovação no compós da Ufrgs e da minha decisão de aceitar a responsabilidade.

Ainda não consegui retornar a terra… por isso parece que estou escrevendo direto da Enterprise…

Tags: , , , ,


jun 11 2003

hoje na ufrgs

Categorias: mestrado,ufrgsSuzana Gutierrez @ 08:05

Correria total.

Hoje estarei na palestra abaixo, prestigiando o Prof. Lucídio que fará parte amanhã da banca de qualificação de meu projeto de dissertação. Nem é preciso falar no nível de adrenalina… O tema da palestra é interessantíssimo e trás muitas questões para reflexão em relação a formação profissional e ao mundo do trabalho.

Tags: , , ,


maio 31 2003

qualificação

Categorias: mestradoSuzana Gutierrez @ 08:44

Daqui a duas semanas será a qualificação da minha proposta de mestrado. Talvez, então eu possa voltar um pouco ao mundo dos vivos. Pelo menos de outros vivos 🙂 Na corrida, andei reformulando a abertura da minha página, mas só na forma. O conteúdo fico devendo.

Tags:


mar 22 2003

o espetáculo

Categorias: mestradoSuzana Gutierrez @ 19:43

Se nos portarmos bem, está prometido, veremos todos as mesmas imagens e ouviremos os mesmos sons e vestiremos as mesmas roupas e comeremos os mesmos hambúrgueres e estaremos sós na mesma solidão dentro de casas em bairros iguais de cidades iguais onde respiraremos o mesmo lixo e serviremos aos nossos automóveis com a mesma devoção e obedeceremos às mesmas máquinas num mundo que será maravilhoso para todo aquele que não tiver pernas nem patas nem asas nem raízes. (GALEANO, 2001, p. 239)

Enquanto teço as linhas e entrelinhas de um projeto, tentando manter uma linha teórica consciente e coerente, a espiral histórica não se detém e mostra, nos acontecimentos presentes, as determinações que já estavam inscritas nos possíveis de um passado próximo.

Na tela das televisões materializa-se em imagens impactantes a primeira guerra em tempo real que assistimos em nível global. O aparato midiático segue o aparato militar e a cena da guerra se assemelha a um set de filmagem onde a destruição se mistura ao ensaio e a preparação dos atores.

Em cada canto do mundo foi possível ver o presidente da mais poderosa nação, testando expressões e poses, ter o seu cabelo arrumado diante das câmeras, antes de anunciar os últimos detalhes da carnificina que vem promovendo.

No campo de batalha, a telemática engendra o mais recente reality show. Desfila ante nossos olhos uma miscelânea de imagens rápidas, de textos desconexos, de simulações e apelações ao sensacionalismo. A tela divide-se em janelas, mesclando o desenho televisivo ao desenho da internet. Imagens e textos filtrados nos chegam iguais, seja qual for o canal de informações. Emerge um sentimento de irrealidade e de perda de sentido que nos assalta a cada evento. Comer pipocas assistindo ao bombardeio de Bagdad é aceitar como banal o sofrimento humano, aceitar a insensibilidade, nos desumanizar um pouco a cada dia.

Da globalização econômica, chegamos a globalização da cultura e dos sentimentos humanos. Na sociedade espetáculo , o sofrimento, a miséria e até a guerra podem ser estetizados e consumidos após o jantar. E, nisso, o desenvolvimento científico e tecnológico tem participação em forma e conteúdo, uma participação que urge ser discutida, desmistificada e posta às claras a todo cidadão deste planeta.

Tags: ,


ago 20 2002

semana acadêmica

Categorias: mestrado,ufrgsSuzana Gutierrez @ 13:41

Vale uma olhada na programação da semana acadêmica do PPGEdu da Ufrgs.

Tags: ,


ago 20 2002

onde anda su?

Categorias: mestrado,ufrgsSuzana Gutierrez @ 13:35

Em casa, terminando o trabalho sobre pós-modernidade e organizando minha aula de hoje a noite. Um pedacinho do texto:  

“A razão assume-se como a razão de uma elite e, nisso, concordo com Santos que afirma que “[…] sob a capa de valores universais autorizados pela razão foi de fato imposta a razão de uma ‘raça’ de um sexo e de uma classe social.” (SANTOS, 2000, p. 30)
As contradições inerentes ao projeto sócio-cultural da modernidade foram gerando críticas de toda a espécie. A teoria de Malthus apontava para um futuro de necessidade e carência de recursos naturais, principalmente pelo crescimento populacional. O processo penoso da revolução francesa com seus excesso….”

Tags: ,


Próxima Página »