nov 17 2008

O futuro da aprendizagem online

Categorias: ead,educação,ticSuzana Gutierrez @ 13:39

Há dez anos, Stephen Downes escreveu um artigo falando no futuro da aprendizagem online prevendo o que, no seu entender, iria revolucionar a educação nos anos seguintes. Hoje, ele faz uma releitura destas previsões, comparando com o que realmente aconteceu nos entornos educacionais na última década.

The Future od Online Learning: Ten Years On é uma leitura obrigatória, pela reflexão que traz sobre o desenvolvimento da educação mediada por computador e pelas idéias de Downes sobre o que parece estar se constituindo no futuro.

Interessante e possivelmente controversa é a seção em que ele aborda o ‘mercado’ da educação. Aqui ele sinaliza um movimento já bastante percebido: a empresa, ao invés de criar e vender conteúdo educacional, se dedica à prover a plataforma para que o usuário crie o conteúdo educacional. A controvérsia fica por conta das questões de autoria e de trabalho.

Outra movimentação já percebida e que eu creio que vai se intensificar com o tempo é a do progressivo abandono de plataformas educacionais institucionais por ambientes pessoais de aprendizagem operando em rede (penso que já abordei este assunto aqui no blog; se encontrar linko).

Nesta tendência, ao participar de um curso, por exemplo, o aluno ao invés de adentrar um ambiente online (AVA, LMS) e usar os recursos e organizar suas coisas dentro da plataforma, vai trazer para o curso o seu ambiente pessoal de aprendizagem (PLE – APA) e conectá-lo aos demais APA e aos recursos distribuídos do curso.

Uma proposta que combina bem com os conteúdos educacionais e recursos abertos.

Tags: , , , , ,


fev 27 2005

FLOSSE

Categorias: blog,educação,software livre,ticSuzana Gutierrez @ 07:05

ou Software Livre e de código aberto na educação >> FLOSSE

“Ao contrário de grandes e rígidos sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMS. LMS,…), os educadores e estudantes têm preferido, em grande escala, as publicações pessoais facilmente editáveis. Um weblog relacionado à educação é criado a cada segundo, de acordo com as estatísticas da Technorati

Da entrevista de Alan Levine para o FLOSSE, feita pelo Skype e gravada em mp3 >> ouvir entrevista (40min – 18,9Mb)

Tags: , , , , ,


dez 01 2004

rss & scorm

Categorias: ead,RSS,sem categoriaSuzana Gutierrez @ 09:39

Penso que as minhas turbulências mentais contagiaram o Ronaldo e, nem bem ele tinha postado uma excelente resposta, já ampliou em muito a linha de pensamento sobre o assunto. Como ele mesmo disse:

A pergunta* da Su sobre o SCORM continuou a martelar na minha cabeça mesmo depois que eu coloquei a resposta aqui no blog. Como eu mesmo indiquei no final da resposta, eu a achei um tanto insatisfatória. Considerando isso, eu comecei a pensar em alternativas viáveis para o contexto em que ela fez a pergunta.

Daqui em diante ele segue num texto detalhado sobre as alternativas possíveis para o uso do RSS para entregar conteúdo em cursos ou outros ambientes.
Inclusive investiu seu tempo e construiu um exemplo, criando um feed que eu acrescentei no Bloglines e recebi o “curso” ou um link de acesso para uma página que simulava um curso em módulos.

Quem quiser testar (e aqui vai a explicação para o pessoal menos técnico): entre aqui, clique com o botão direito no link (feed) apresentado na página, escolha ‘copiar atalho’. No seu agregador (eu testei no Bloglines), adicione (subscreva) este link (feed) copiado. Vai aparecer um post onde aparece um link Welcome! << é a entrada para o “curso”.
Fazendo o curso: Clique no link Welcome e, quando a página abrir, complete o socilitado. Atualize (F5) a página que aparecerá o módulo seguinte. Repita estes passos até o final do curso.

Ainda não consegui, e vou levar um certo tempo, para assimilar a riqueza do conteúdo do post do Ronaldo, mas alguns pensamentos já começam a passear aqui na minha mente.
Imaginei, trazendo a coisa para o estilo puxadinho, um blog categorizável (ou vários blogs, se tiver que ser mais puxadinho ainda), onde cada categoria seria um aluno e cada categoria teria o seu feed rss. Em cada aluno/categoria seria postado o conteúdo/curso/módulo específico para ele. O aluno receberia este (e os demais) conteúdos no seu agregador de notícias. É possível tudo ser público e aberto como ser particular e acessado por senha.

Caso fosse usado um LMS (ou um ambiente blog, com algumas limitações) o agregador poderia ser um script Java tipo este aqui que puxaria os conteúdos para dentro da página individual do aluno no ambiente.

Antes que eu continue a viajar vou ter que reler as explicações do Ronaldo e ficar torcendo para que ele continue pensando prá este lado J

* Por que o SCORM? Qual a diferença de ser usar SCORM e toda a parafernália que ele implica ou usar, por exemplo, um weblog mais JavaScript e puxar os objetos de aprendizagem para dentro de um ambiente de curso comum ou artesanal?  Faço esta pergunta pensando em escolas estaduais sem apoio ou suporte técnico, laboratórios pequenos sem servidor, professores sem muito conhecimento, etc.

Tags: , , , , ,