Maio 22 2009

ah a vida!

Categorias: basquete,basquete cmpa,rastrosSuzana Gutierrez @ 06:42

Meu sumiço generalizado vai por conta da correria do trabalho (normal!) e de uma reforma que estou fazendo aqui em casa (ai!). Depois que passei o carnaval lidando com baldes cheios de água que escorriam do teto e depois de 3 tentativas de arrumar o telhado, fiquei residindo numa cela úmida, rachada, mofada e insalubre.

E não estou exagerando muito, não. E, aí, tive de romper a minha inércia em permanecer parada e tratar de por a reforma necessária para andar. Me surpreendi que, anos depois de ter parado de atuar como engenheira, eu ainda lembre bem o conteúdo de “Construção Civil I e II”, embora não esteja mais familiarizada com os materiais e soluções novos.

Assim, praticamente desenterrei a parte anexa do meu apartamento e fiz uma nova impermeabilização nos alicerces, mandei refazer o piso do pátio com novo caimento, novas caixas de esgoto pluvial. Coloquei calhas onde não havia e a coisa anda por aí, por enquanto.

Porém, isso me fez ter de gerenciar trabalhadores, correr atrás de material para repor o que teve de ser quebrado, me estressar chamando de volta para refazer coisas que entregaram mal feitas.
É incrível o número de coisas que empresas ‘especializadas’ fazem pela metade se não forem MUITO supervisionadas.

Na quarta-feira, trabalhei nos 3 turnos, pois tive jogo à noite. A semana está sendo corrida pelos treinamentos e jogos mais intensivos. Me gripei e, no treino de quarta, quase quebrei braço. Num exercício de corta luz, meu braço ficou prensado entre dois guris (cada um indo numa direção). Era o treino do Mirim e isso salvou o meu braço apenas com uma distenção.

A noite, jogamos a etapa Infantil classificatória do JAPA – vencemos! – e eu cheguei bem tarde em casa. Entrei, então, a quinta-feira, gripada, doida e cansada 🙁 Sobrevivi a aula de um muito motivado, saudável e irrequieto sétimo ano e me preparei para as compras da ‘reforma’.

Primeira parada: comprar 2 metros quadrados de basalto irregular. Feito e lá fui eu com o porta mala carregado para a segunda compra.

Entrei numa olaria para comprar plaquetas. Era, assim, umas 14h e tudo estava deserto. Fui entrando e chamando e nada. Passeei por toda a sala de mostruário, passei pelos escritórios, sai no pátio imenso de materiais e necas de aparecer alguém. Até a casinha do cachorro estava vazia e, isso, eu até agradeci. Depois apareceu um e depois mais um funcionário e todos sairam dizendo que iam mandar o vendedor. Sentei numa pilha de blocos de concreto e fiquei esperando.

Uns vinte minutos depois e já com mais um casal esperando, resolvi telefonar para a empresa. Me atendeu a secretária/atendente (que estava escondida num escritório). ¬¬ Gastei mais uma hora selecionando 70 plaquetas duplas e alguns cantos e carregando o carro. O casal estava criando raizes enquanto esperava para carregar os seus blocos de concreto.

Quando cheguei em casa, meus diletos funcionários haviam passado impermeabilizante nas paredes externas sem fechar janelas e portas. O cheiro em toda a casa era de derrubar. Fechei tudo daquele lado, abri do outro e liguei ventiladores. (ninguém havia tido esta ideia e todos sufocavam e lacrimejavam pacientemente). Céus!

Acho que por conta da tal tinta, sonhei uma espécie de metáfora de Lucy in the Sky with Diamonds durante toda a noite….

Tags: , , ,


jan 26 2009

Direto do Olimpo

Categorias: rastrosSuzana Gutierrez @ 17:33

Minhas férias estão chegando ao fim. Chega ao fim, também, o tempo de brincar de “memes e prêmios”, o tempo de rastejar pelo jardim fotografando ângulos diferentes e pequenas coisas, o tempo de por abaixo o google reader de basquete à wired e jogar conversa fora em almoços que duram a tarde toda.

Mas, … como ainda não acabou e como eu sou uma pessoa generosa, aí vai uma foto da verdadeira ambrosia. Aquelas que os deuses do Olimpo segredaram no ouvido de minha mãe.

e a receita:

ingredientes:

– 12 ovos (sendo 12 gemas + 6 claras)
– 1 kg de açúcar
– 1 l de leite
– canela em pau
– cravos da índia
– Vó Mimi

Modo de preparar:

Por no fogo o leite e o açúcar (dentro de uma panela, é claro).
Numa tigela, misture ligeiramente as claras e as gemas (sem bater)
Coloque as claras e gemas na panela e mexa.
Ao esquentar, baixe o fogo e mexa de vez em quando para não grudar.
Deixe ferver e vá mexendo muito de vez em quando (só para não grudar, repito)
Quando se formam as bolinhas, pode-se colocar o cravo e a canela. Teste o ponto pegando o ‘caldinho’ e deixando derramar. Quando este virar ‘calda’ que cai transparente e em fio, possivelmente estará pronto e com a aparência da foto.
O último ingrediente, possivelmente, é o que faz esta receita dar certo. Mas é particular, mui amado e intransferível. Então, vire-se 🙂

Tags: , , ,


dez 09 2008

Assim dá até vontade de fazer dieta

Categorias: rastrosSuzana Gutierrez @ 05:14

Eu tenho algumas reservas em relação a saborear uma refeição que esteja me encarando, mas estes pratos animados podem alegrar qualquer almoço. Eu bem que gostaria de ter um destes à disposição em certos compromissos…

cat

A receita está em Anna The Red1s Bento Factory junto com muitas outras. Achei incrível 🙂
E tem muito mais fotos no Flickr

Tags: , , ,


nov 18 2008

projeto Sabiá

Categorias: rastrosSuzana Gutierrez @ 05:53

Ou o manual de sabiá está errado ou os ovos falharam 🙁 Hoje, dia 18, com toda a paciência, o casal continua chocando os três ovos.

o ninho

E eu aqui esperando… Enquanto isso, os pais estão se tornando cada dia mais acostumados com o movimento de pessoas. Aliás, como já encontrei um deles na cozinha, estão até muito “espaçosos”.

no sol

olha que lindinho :)

Tags: , ,


nov 04 2008

Ovos!!!

Categorias: rastrosSuzana Gutierrez @ 15:37

A foto não ficou muito boa, mas não vou incomodar a família mais. 🙂

Ovos da Sabiá

Calculo que ela está chocando há dois dias. Assim, se os manuais de Sabiá da web não se enganarem, por volta do dia 15 teremos os bebês.

Tags: , , ,


out 28 2008

uma sabiá na minha porta

Categorias: rastrosSuzana Gutierrez @ 08:50

Enquanto curto este dia livre \o/, respondo as mensagens no forum de minha palestra do I Congresso de Tecnologias na Educação e para para ver a construção do ninho. Como a passarinha não é boba, aceitou o cesto que eu coloquei. Tecnologia 🙂

Tags: , , ,


out 26 2008

Turdus rufiventris

Categorias: rastrosSuzana Gutierrez @ 04:54

ou Sabiá. E, colegas da UFRGS, não precisam se assustar, pois não é o Sabiá do Prof Triviños. Não será necessário aplicar todas as categorias do materialismo dialético. Basta ficar olhando e admirar a paciência dela.

a sabiá

Depois de muito voar pelo meu quintal e, inclusive dar uma pesquisada dentro de casa, ela optou pela pequena varanda que tenho na saída para o pátio. Penso que é uma passarinha um tanto inexperiente, pois começava o ninho todos os dias em lugares diferentes da varanda. Mas, registre-se que todo o empenho, paciência e dedicação eram investidos em cada tentativa. E esforço físico, também, porque alguns galhos e palhas eram grandes e pesados o suficiente para atrapalhar o vôo.

O macho apareceu por uns dias (acho que era o macho), porém, como uma tese, o ninho foi obra de um só. O trabalho levou um mês contando os inícios, os retrocessos. No meio disso resolvi dar uma sugestão à Sabiá. Numa hora em que ela não estava, fixei um cesto pequeno numa das extremidades da varanda e coloquei dentro uma palhinha que ela deixara cair no chão.

Minha dúvida se o ninho ofertado seria aceito durou pouco: um ou dois dias depois as novas palhinhas e galhos já apareciam na borda do cesto e o chão abaixo se achava cheio de pequenas poças de barro.

Aí começou a semana dos jogos e eu perdi muito do processo. Ontem, primeiro dia depois dos jogos, fiquei em casa todo dia e não vi a Sabiá. Hoje cedo fui direto olhar, já pensando que ela havia abandonado o ninho. Mas, lá estava ela, desta vez sentadinha dentro.

Será que já pos os ovos?

fazendo o ninho

* as fotos são de duas semana atrás.

Tags: , ,


ago 23 2005

ora sapos!

Categorias: rastrosSuzana Gutierrez @ 16:58

Alguém pode me informar como pode aparecer um sapo na sala de um apartamento de primeiro andar, que tem um pequeno pátio e fica no fundo do edifício fazendo divisa com dois edifícios nas laterais e, ao fundo, tem um muro de mais de dois metros de altura na divisa com duas casas?

E eu não tenho nenhum laguinho…

Pois é, … ele está lá e entrou debaixo do sofá 🙁

Tags: , , ,