ago 30 2010

tecnologias na educação

Categorias: educação,tecnologiaSuzana Gutierrez @ 10:44

Uma coisa que me incomoda é o discurso de que ‘hoje’ está ocorrendo uma revolução sem precedentes, que o desenvolvimento das TIC institui um novo paradigmana na educação … (vocês sabem)  Geralmente vem acompanhado dos ‘precisa’, ‘deve’, … em relação aos professores e à escola. Seguido das inevitáveis advertências analógicas de que ‘estão perdendo o bonde’.

São inegáveis as possibilidades das tecnologias que (de acordo como são chamadas) são DA informação e DA comunicação, PARA a educação. Porém,  é interessante considerar o processo de recontextualização* que elas sofrem quando se deslocam de suas áreas de origem e passam a integrar o entorno educacional.

Forçando um pouco uma metáfora: usar aparelhos de musculação na educação infantil, para recreação, por exemplo, tornaria visível este processo de recontextualização que não fica tão evidente quando se fala de TIC na educação.  Assim, na recontextualização algumas características e conteúdos importantes podem ser maximizados, minimizados ou, simplesmente ocultados, dados como inexistentes.

Deste modo, um caminho possível é perguntar como Paulo Freire: a favor do quê e contra o quê, a favor de quem e contra quem? E, eu acrescentaria: em que dimensão?

… pensem aí alguma tecnologia ‘da hora’ cuja ‘aplicação’ em educação está sendo pensada, quase sempre em termos utilitários do tipo “5 formas de usar XXX na sala de aula”.

* ver BARRETO, R.  As tecnologias na política nacional de formação de professores a distância: entre a expansão e a redução.e Professores/professoras e a tecnologia: sobre trabalho e formação docente.

Tags: