fev 15 2009

# dulcora

Categorias: educação,esporte,política,ticSuzana Gutierrez @ 14:18

# Para pensar >> “A crise ainda não mostrou sua verdadeira face, mas as notícias do ressentimento de trabalhadores dos países da Europa Ocidental contra os que ocupam postos de trabalho por uma mísera remuneração são cada vez mais evidentes. É como fossem estes os culpados e não o capital em busca de maior rentabilidade. O aumento da intolerância dos governos com os imigrantes é o outro lado da moeda.” …. segue [Rall em Rumores da Crise]

# Brasil Olímpico – Uma candidatura passada a Limpo. – vídeos do especial da ESPN, no blog do Paulinho [via Laércio]

# Solução neokeynesiana e novo Bretton Woods são fantasiasEm entrevista à revista inglesa Socialist Review, István Mészàros, um dos principais pensadores marxistas da atualidade, analisa a crise econômica mundial e critica aqueles que apostam que ela será resolvida trazendo de volta as idéias keynesianas e a regulação. Orr e Ward entrevistam Istvan Mészáros para a Socialist Review – traduzido por Katarina Peixoto para a Agência Carta Maior

# Para conferir: Dossie Telos, na Revista Telos – TIC, educação, tecnologia, escola.

# Exterminem todos os brutos”: Gaza 2009 – O poder dos homens do Hamas permanece intacto, e a maior parte dos que sofreram em Gaza é de civis: um resultado positivo, segundo uma doutrina muito bem difundida, a do terrorismo de Estado. Noam Chomsky para a Agência Carta Maior

# Palestina Ocupada – entrevista de Idelber de Avelar para Jorge Conterrâneo, André Deak e Rodrigo Savazoni.

Tags: , , , , , ,

3 Respostas para “# dulcora”

  1. Anonymous says:

    A alternativa para o Capitalismo ou Socialismo ( comunismo ) me parece ser a “Sociedade Alternativa” ou então reviver os tempos de Camelot 😉

    Mas falando sério, a base da crise, tanto do Socialismo como do Capitalismo é técnica, coisas que já foram ditas há muito tempo atrás por Maltus. ( claro que tem que se atualizar um pouco o que ele disse, mas as idéias básicas estão corretas ). Sugamos recursos naturais e se continuarmos agindo de forma voraz em relação a estes recursos, como combustiveis fósseis, energia, minérios, etc. não vamos muito longe, seja qual for o sistema adotado.

  2. Anonymous says:

    Um exemplo, disso é o transporte aéreo. O que torna tal transporte dispendioso é o alto custo dos combustiveis fósseis. E como não se pode aplicar os principios da industrialização para baratear tal produto (combustivel), o setor aeronautico tende cada vez mais a entrar em crise. Nos anos 60, antes da crise do petróleo, e até mesmo no começo dos anos 70, se podia ir ao aeroclube e voar à custos baixissimos, ou então pegar o automóvel e ficar passeando o dia inteiro, sem gastar quase nada. Hoje isso é inviável.

  3. Suzana Gutierrez says:

    Oi Anonimo

    Quem sabe por aqui: ““As organizações e governos precisam incorporar as experiências dos diversos movimentos sociais, em especial o indígena e o camponês, protagonistas nas lutas sociais na Amazônia, se quiserem contribuir efetivamente para a construção de um novo modelo de civilização. Isso envolve processar a fusão do pensamento marxista às características particulares dos povos, em uma cultura denominada ecossocialismo.” (Michael Lowy – http://www.agencia.fapesp.br/materia/10104/entrevistas/depois-do-capitalismo.htm)