maio 19 2007

a internet, o big brother pessoal e o segredo da sala de aula

Categorias: blog,colaboração,educação,internetSuzana Gutierrez @ 06:59

Estes dias rolou lá no CM um papo interessante. Não foi exatamente estes dias, foi mais precisamente durante o Seminário de Educação. O assunto foi a possível super exposição pessoal causada pelo uso de blogs e assemelhados na educação.

Na hora, o assunto já transformou os conversadores em saudáveis defensores deste ou daquele lado. Alguns disseram coisas do tipo: estas ferramentas não tem como controlar e nossos alunos se colocarão em risco revelando informações que bandidos usarão… Ou: a exposição excessiva de coisas particulares poderá prejudicar a todos os envolvidos, mesmo a exposição de fatos e falas relacionados ao ensino…

Outros, tipo eu, falaram: somos pessoas públicas, isto é , eu ando na rua carregando a minha cara e estou aqui falando alto e não cochichando… ou: pensem em como as coisas que se ensina e aprende podem ser importantes fora do contexto da sala de aula, fora do contexto daquela ação…

Falamos, também das imagens, das fotos capturadas e divulgadas sem preocupação. Lembrei logo deste meu blog no qual a imagem anda substituindo o texto, não por qualquer objetivo expressivo, mas pela maior falta de tempo minhas, mesmo…

Todo este papo foi para rodear o assunto real desta postagem que é o segredo que envolve a sala de aula (até as virtuais). Ainda é muito presente a idéia de que o que se passa na sala de aula seja assunto apenas de quem está lá dentro, algo que desaparece quando os livros se fecham e o quadro é apagado. Desaparece do mundo, mas deve ficar indelevelmente marcado na mente dos que terão de devolver tudo direitinho como foi passado na prova bimestral.

Permanece, também, a idéia de que o conhecimento é algo que deve ser regulado por aquele que entrega o conhecimento, o professor, sob o comando daquele que vende o conhecimento, a escola. A lógica que diz que aquilo que eu sei é mercadoria ou moeda, é algo que devo negociar e não compartilhar. E que, segundo os Conselhos desta ou daquela profissão, é um território perfeitamernte demarcado, cuja entrada é proibida a quem não tem a carteirinha.

Em parte, esta lógica é responsável pela resistência à sala de aula aberta, ao uso de ambientes virtuais abertos, ao trabalho interdisciplinar. No meu entender, é principalmente esta lógica que faz um professor ou a escola considerar um blog uma superexposição perigosa. O mesmo professor que se queixa da falta de solidariedade entre os alunos que não auxiliam os colegas e não conseguem trabalhar em grupo.

Mas hoje é sábado e eu estou filosofando de pijama, conversando pela rede com meus alunos (outro pecado), deixando pistas do que sou e do que faço. Lá fora tem sol, não está muito frio e tem uma bola de basquete me olhando de debaixo da escrivaninha. Vou?

update 23:29 >> Não fui…
Mas deixa pra lá que esta atualização é só para postar o link para o comentário da Cláudia que está bem melhor que o meu post. 🙂

Tags: , , ,


maio 10 2007

curitiba 2006 – foto histórica

Categorias: basquete,cmpaSuzana Gutierrez @ 17:51

As caras não podem estar mais apavoradas (os guris usaram um outro adjetivo…) mas é que esta foto foi tirada minutos antes de irmos para o nosso primeiro jogo nos Jogos dos Colégios Militares. Achei hoje lá na SEF.

* as caras de mau são pra disfarçar……

Tags: ,


maio 09 2007

olha eu aqui!

Categorias: basquete,cmpa,educação,rastrosSuzana Gutierrez @ 12:42

Tempos difícieis, de se achar 🙂 é claro. Entre Jogos Internos e Seminário de Educação eu corri durante duas semanas ininterrupta e alegremente.

cmpa

Os jogos internos no CMPA movimentam todas as turmas do colégio em diversas modalidades e diversas faixas etárias competindo. Além disso, existem competições de torcida organizada, xadrez e outras diversões como escalada, futebol de sabão. Alta performance em barulho, agitação, paixão e alegria 🙂

Fui responsável pela competição de basquete, que foi bastante disputada. Jogos bem pegados e até alguns ânimos exaltados 🙂 Normal! Chuva e mais chuva em cima de tudo isso.

Falando em chuva, penso que tem algum mecanismo que detona o aguaceiro à simples menção de uma competição de atletismo….

Semi terminados os Jogos entrou direto o 1º Seminário de Educação do CMPA: Prática Docente: diálogo e desafios, realizado entre 02 e 05 de maio. Muito bem organizado, com palestras interessantes e, ponto alto na minha opinião, a apresentação de trabalhos. Apresentei um trabalho feito numa disciplina da UFRGS e, depois, usado no PEAD, chamado Wikistórias.

No meio de tudo isso, o Congresso Técnico para os Jogos Abertos da Prefeitura de Porto Alegre, modalidade basquete. Fui representando as equipes do colégio: as masculinas (minhas) e as femininas (treinadas pela minha colega Suzi). Voltei apavorada com a quantidade de jogos 🙂 Mas acho que a gurisada vai se divertir muito.

E eis que enfim, depois de quase uma semana de muitos treinos e aulas na chuva, consegui driblar a gripe e a vacina da gripe. Dizem que de graça até injeção no olho…, mas eu sou o exemplo vivo e esperneante da falsidade desta afirmação. Refuguei a vacina grátis. Desde que eu me entendo por gente eu odeio injeções!

Termino este post na neutralidade, depois de assistir (ontem) a derrota de franca na liga Sul Americana e a vitória do Grêmio!!! Hoje a chuva foi embora e ficou o frio. Maio chegou, afinal.

Tags: , , ,