dez 07 2006

Saudade

Categorias: cmpaSuzana Gutierrez @ 16:22

Talvez o que dê a cor e a dor da saudade não seja a ausência. Sejam as coisas que ficam, fragmentos de imagens e sons.
Uma risada que ecoa em algum lugar da mente. A sensação de um toque, de uma presença.

Ontem, o velho casarão ficou mais vivo, mais jovem. Impregnado que foi pelo riso e pelas lágrimas daquelas e daqueles que deixaram as suas arcadas. Estar do lado de fora, pela primeira vez, talvez, conscientes disso.

O tempo não para…
Os ciclos se completam. O que permanece para sempre nas velhas paredes e naqueles que ficam, reflete aquilo que parte e se torna vivo naqueles que vão.

Aquilo que falta desenha canions na superfície de cada dia. E talvez as nossas rugas sejam rios de ausências.

Tags: ,

Uma Resposta para “Saudade”

  1. Claudio Costa says:

    Pra mim, que sou professor, cada fim-de-ano é a dor-prazer da formatura e despedidas… o início o prazer-dor de recomeçar…

Entre na conversa