out 12 2005

em marcha lenta

Categorias: sem categoriaSuzana Gutierrez @ 10:25

Aqui no blog 🙂

Porque nos demais espaços a velocidade impera. Entre 10/10 e 10/11 apresento trabalhos em dois eventos e faço a prova da seleção para o doutorado na UFRGS.

Entre 16 e 20/10 estarei na 28ª Reunião da ANPED (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação), em Caxambu, MG, apresentando trabalho no GT Comunicação e Educação.

Entre 29/10e e 7/11 estarei apresentando una ponencia en el XIII Seminario Internacional sobre Formación de Profesores en el Conosur de América, na Universidad de Los Lagos, em Osorno, Chile.

Conclusão: não vou mais postar como gostaria e vou atrasar algumas leituras e pesquisas tb. O processo de minha passagem direta ao doutorado ainda não foi avaliado, logo, vou ter de fazer a seleção, pois não tenho a menor idéia de quando vem esta resposta.

Porém, … vou tentar blogar a viagem para não ficar um relato incompleto como da outra vez. Embora eu constantemente receba comentários sobre aquele relato 🙂

Já que estou com um restinho de tempo, a parte que Ramon menciona no comentário é:

O fato é que nem cheguei a esquentar a cama. A cambada alugou uma van para passearmos na cordilheira. Era pegar ou largar, pois só tinhamos segunda e terça para algum turismo. Na quarta, o Seminário começaria a ocupar os nossos dias. Passeio de turistas em modo precário é isso… passamos no supermercado para comprar comida. Tá… Tá, o programa era mesmo farofar nas estações de esqui. Quem, com salário de professor, teria o topete de pedir uma coca-cola lá?

Compramos, pan, vino, empanadas e… vino. O Chile está caro em relação aos nossos Reais, mas o vino… Cinco reais uma garrafa de Gato Negro, que em Porto Alegre custa quinze. Só alegria e fotos naquela van. Amazonino e Carmen filmando tudo, lá fomos nós caracolando montanha acima. Penso que foi no segundo caracol que nossa futura mamãe Sandra pediu pinico. Rosane, com toda a pompa e solenidade, hablando o seu spanish pós-sanduíche, ainda ensaiou:

“- Samir, quién sabe algún paradero…”

Samir, nosso motoguia, fez cara de paisagem. Eu, que já vomitei durante dois filhos, e estava vendo a cara verde da Sandra, atropelei:

– Para ali! – E apontei um cantinho ínfimo entre a estrada e o abismo. Foi a conta. Cargas ao mar e troca de lugares para facilitar alguma ação rápida, lá fomos nós no rumo de El Colorado y Farellones e do Valle Nevado.

– Hay solamente 32 caracoles – tranquilizou Samir.

O verde da Sandra aumentou um tom…

segue …

Tags: , , , , , , , ,

4 Respostas para “em marcha lenta”

  1. Flavio Prada says:

    Sigo…

  2. Viviane says:

    su, boa viagem e apresentações. ah, e curta muuito o chile por mim, q maravilha!
    abs

  3. M. Elisa Máximo says:

    Su, boa viagem e bom trabalho! Ando como tu, em marcha lenta com o blog e cheia de tarefas do doutorado. Boa sorte na seleção e nas apresentações!

    Beijo!

  4. Idelber says:

    Su, que pena que não vamos coicidir no Chile! Você chega dois dias depois de eu ir embora. Boa sorte lá em Los Lagos e boa sorte com a prova de seleção para o doutorado! Abraços,