dez 05 2004

blog e matemática

Categorias: sem categoriaSuzana Gutierrez @ 05:58

Não é uma estatística sobre o exponencial aumento da blogosfera 🙂 Este post é sobre um experimento do uso de blogs numa turma de ensino médio, na disciplina de matemática. Infelizmente não está sendo feito no Brasil*, é na Holanda e consiste no seguinte:
Para uma turma de 16 estudantes, na disciplina de matemática, foi construído um weblog colaborativo para que eles postassem/comentassem soluções para problemas colocados pelo professor.
Após um mês, a pesquisadora Elmine Wijnia, que não é a professora do grupo, já traz algumas informações a partir de um questionário preenchido pelos alunos e de uma entrevista com o professor.

Em relação aos alunos ela constatou:

  • os alunos habitualmente fazem suas lições sozinhos;
  • os alunos recorrem a um colega para ajuda se não conseguem fazer o trabalho, mas apenas esporadicamente;
  • a maioria dos alunos esperam para fazer perguntas quando a lição for realmente agendada;
  • a maioria dos alunos pensam que a carga horária é pequena para o conteúdo a ser desenvolvido;
  • eles nunca tinham participado num projeto como este antes;
  • a maioria dos alunos não tem problemas em compartilhar suas soluções com os colegas;
  • somente dois alunos sentiram-se receosos de publicar coisas na internet;
  • a maioria dos alunos achou que usar um blog é uma maneira fácil de responder ao professor;
  • a maioria dos alunos não compreende como o weblog pode ajudar a entender e solucionar problemas de matemática.

Da entrevista com o professor:

  • os alunos parecem gostar do experimento;
  • no início as respostas vinham bem rápido, eles pareciam loucos para postar;
  • muitos alunos trazem a resposta em grupos (assinam o post com vários nomes);
  • o professor teve uma boa visão sobre os erros cometidos pelos alunos;
  • a maneira como os alunos trabalham ficou mais clara para o professor;
  • o blog estabeleceu um novo modo de comunicação entre os alunos e o professor, diferente de outras tecnologias;
  • o experimento integrou o uso do computador nas aulas;
  • apesar de trabalharem colaborativamente na solução dos problemas, os alunos dificilmente olham as soluções postadas pelos colegas;
  • os alunos não são críticos em relação aos colegas, não comentam e nem corrigem.

A pesquisadora encerra dizendo que as duas últimas observações, principalmente, são um assunto que poderá ter modificações ao longo da experimentação, que continua. Ela conclui provisóriamente que existe pouco diálogo entre os estudantes sobre as coisas que eles estão aprendendo. Que costumam trabalhar sozinhos e que as aulas reforçam este padrão, pois tem uma comunicação unidirecional, do professor para o aluno.

[post original deste experimento]

Comments are closed.