fev 18 2004

Categorias: sem categoriaSuzana Gutierrez @ 20:31

[novidades do front]
Descobri porque o JA, meu cunhado, anda tão afável comigo. Conta a lenda que ele foi a três médicos diferentes, dando uma geral e corrigindo alguns desvios da saúde. Só que se esqueceu de contar e, pasmem, os médicos esqueceram, também, de perguntar se estava fazendo algum outro tratamento, tomando algum medicamento e qual.
Pois é, diante daquele stress pós Natal, todos acabaram por receitar o mesmo anti-depressivo, anti-isso-aquilo. Claro que com nomes diferentes: fluoxetina, riboflotina, qualqueroutratina. Ele comprou todos e foi tomando. Ficou tri ativado, mas em modo alegríssimo, tengod. Depois, dormia como pedra. A Mana estranhou e foi dar uma olhada nas bulas e aí matou a charada. Pena que já suspenderam alguns dos remédios, porque eu estava achando o ritmo dele muito legal. Pra não dizer que a criatura estava um amor …
Nos pegas normais do fim de semana, embora ainda começasse as falas com “aquele teu partido”, ele nem se estendeu muito naquela fala do ‘funcionalismo público é o câncer da sociedade’ e nem colocou ponto final em discussão com o antológico: “sempre existiram pobres e sempre existirão” … Pena que o pai não pegou a essência da história e se retirou, com as mãos nas coronárias, bem no comecinho…

Entre na conversa