dez 27 2003

Categorias: sem categoriaSuzana Gutierrez @ 09:41

[direto de Capão da Canoa]

No dia 25 iniciei um post sobre a festa de Natal da família. Já estava lá por umas 15 linhas, quando a energia acabou e eu não tinha salvo nada. Me irei e não reescrevi. Uma hora destas me inspiro e tento de novo.

Estou postando de Capão da Canoa, nas pseudo férias tão esperadas. Não vai haver muita movimentação por aqui nos próximos tempos.
Resolvi trabalhar na praia, e, isso, tem seus prós e contras. Nos prós pode-se incluir: comida da mãe, a praia, o mar, o vento, o matinho que tem no pátio e que é meu escritório predileto. Nos contras: a louça, algo inacreditável, lavar roupa, faxina.

Este ano, minha mana precisou alugar sua casa que fica ao lado e, então, construiu uma cêrca no meio dos dois terrenos. Os cachorros ficaram desolados. Y’shana, que é cega, ainda continua dando de nariz na cêrca. E não adianta nem gritar, porque ela é surda, também. Sei lá quanto significa em anos humanos, 15 anos num cão.
Minha mãe já está iniciando um stress prevendo a queda da cadela na piscina e sua morte se ninguém ficar cuidando a coitadinha. De cinco em cinco minutos ela procura Y’shana, e não adianta lembrar que ela não adianta gritar. Minha leitura, não está sendo o que eu esperava…

Quero ver, também, o quanto de tempo que meu cunhado vai conseguir aguentar sem saltar a cêrca e pular na jugular do inquilino. Acredito que no primeiro churrasco feito no templo. Minha mana riu quando eu falei sobre isso na festa de Natal e disse que não se importava em ver os outros usando as suas coisas. Quero só ver quando a vizinha resolver lavar a bunda do nenê na bacia de maionese dela…

Este ano, depois de décadas, estaremos todos, entre idas e vindas na mesma casa. Morar junto com meu cunhado é algo assim como ser sunita e ter que morar numa aldeia shiita, ou vice-versa.
Para começar, como estou solteira, fui banida de meu quarto que é de casal e vou dividir o quarto com minha filha. As demais meninas foram para o quarto do Lucas. O Lucas e o Rodrigo para o quarto dos cachorros. Os cachorros para o depósito e resta saber com quem vão dormir as gatas.
Estou pensando seriamente em buscar minha barraca e me instalar no matinho.

Comments are closed.